Itens na sacola 0
Produto
Subtotal
Total
R$ 0,00
O CARRINHO DE COMPRAS ESTÁ VAZIO.
x
Noite romântica no motel, fim de semana de caminhadas na cachoeira, no riacho, na piscina.. enfim, estar na água é um convite ao tesão. Então o clima esquenta, mão naquilo, aquilo mão e na hora da penetração parece que trava na porta de entrada, aquele negócio agarra na pele e por mais excitados que estejam a lubrificação natural não consegue dar conta de manter a relação fluída, gerando desconforto e até dor.

A explicação é simples, na água, a lubrificação do corpo se dilui mais facilmente e pela própria condição de estar submersos em água gera pequenos pontos de vácuo, de forma que os poros da pele ficam como se fossem microventosas, que na fricção faz aderir pele com pele.

A solução: Gel a base de Silicone.

Uma simples solução resolve tododo este dilema, pois o silicone tem densidade maior que a água e não se dilui facilmente.

Então o roteiro é o seguinte, pintou aquela possibilidade, já se prepara e passa o gel siliconado nas partes íntimas antes de entrar na água. Quando a excitação do casal começar a fluir é só deixar rolar. Vocês verão que vai entrar lisinho, sem dificuldade, sem interrupções. Puro deleite!

Confira esta seleção de itens indispensáveis para sexo na banheira:


O Gel siliconado também é muito utilizado em situações em que a lubrificação natural é baixa ou insuficiente, ou quando o período de tempo transando vai se alongar. Pois o gel siliconado fica muito mais tempo na pele. Às vezes o lubrificante a base d'água seca muito rápido, até mesmo por conta do calor ou da baixa umidade do ar. Nesses casos sempre procure um lubrificante mais viscoso, que além do silicone também, pode ser de outras bases químicas em forma de gel ou óleo. Na seção de cosméticos íntimos da Lolla você terá centenas de opções para escolher, inclusive com opções funcionais que geram sensações de esquenta, gela, vibra e também os géis beijáveis.

Cuidados ao utilizar o gel a base de silicone

O gel siliconado é bastante seguro, porém observe alguns detalhes:
  • Pele extra-sensível: Algumas pessoas podem desenvolver reações alérgicas, isso acontece em raros casos, mas é sempre bom dar atenção a este fato especialmente se a imunidade estiver baixa, que deixa a pele mais suscetível a alergias.
  • Reação química contra preservativo: O gel de silicone pode em alguns casos raros gerar alguma reação que enfraqueça o material do preservativo. Utilize sempre produtos de boa qualidade.

Confira também alguns itens para um banho afrodisíaco cheio de aromas e sensações:


Vai uma massagem?
O uso do gel siliconado não se limita apenas a penetração sexual, você também pode aplicar às mãos para massagem íntima.
Uma seção especial de óleos e velas para massagem pra vocês experimentarem juntos:
Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual