Sex Shop Lolla

As mulheres estão cada dia mais ligadas a si mesmas e não tem vergonha de buscar satisfação, inclusive sexual: se respeitam, se tocam, se conhecem e descobrem o próprio corpo, não importa se acompanhadas ou sozinhas.

O sexo está deixando de ser um tabu na ala feminina: por que mulher não pode falar desse assunto? Por que não pode se masturbar? Quem disse que mulheres não podem viver o máximo do tesão e curtir a brincadeira?

Na busca do prazer e satisfação dos desejos, uma opção muito interessante e válida é adquirir um vibrador. O principal objetivo do vibrador é proporcionar relaxamento e intenso prazer. Ao mesmo tempo, é uma forma de se estimular, de chegar ao orgasmo e de brincar com o próprio corpo descobrindo do que gosta ou não, inclusive no sexo a dois.

Sim, é isso mesmo: os benefícios do aparelhinho vão muito além do momento íntimo sozinha. Além de melhorar a relação de um casal, pode também entrar como brinquedo erótico no meio da transa, aumentando a intensidade do orgasmo e apimentando muito a hora H.

O vibrador clitoriano

O clitóris é o principal órgão sexual feminino. Quando estimulado da forma ideal, libera em forma de energia a tensão sexual, levando a mulher ao êxtase, ao prazer extremo. É o que conhecemos por orgasmo.

Um vibrador é capaz de massagear de diversas formas e intensidades diferentes o órgão, além de ter vários tamanhos: desde os pequenos que somem na bolsa e vão com você para qualquer lugar até os maiores, que proporcionam também a estimulação de áreas próximas.

Conhecidos também como estimulador de clitóris e massageador de clitóris, são vários os modelos disponíveis no mercado. Abaixo você vai conhecer um pouco mais sobre alguns deles:

  • Cápsulas: popularmente chamadas cápsulas vibratórias, são usadas normalmente em exercícios pélvicos. Essas cápsulas vibratórias são pequenas bolas usadas para massagear o clitóris e dispõem de dois modelos: as eggs, em formato oval, e as bullet, em forma de bala de revólver.
  • Calcinha vibratória: também chamado de butterfly, traduzida, borboleta, esse vibrador tem alças que permitem que você vista a peça como uma calcinha mesmo (por isso a comparação das alças com asas e do movimento da borboleta com a vibração). Há também o modelo com mini pênis, aprofundando a masturbação e provocando orgasmos ainda mais intensos.
  • Mini vibrador: são pequenos aparelhos ?disfarçados? de objetos de uso cotidiano, como batons, chaveiros, entre outras formas discretas.
  • Rabbit (duplo ou rotativo): uma peça com dois vibradores em tamanhos diferentes, onde o menor massageia o clitóris e o maior faz a penetração intra-vaginal.
  • Sugador de clitóris: com várias intensidades e velocidades, o aparelho tem um bocal que deve ser encaixado no clitóris e o suga fortemente, sem machucar e proporcionando muito prazer.
E ainda:
  • Anel peniano: fica encaixado no pênis e, durante a penetração, estimula o clitóris mais intensamente, permitindo chegar ao máximo da excitação a dois.
  • Bombas: são vibradores que formam uma pressão a vácuo no órgão, aumentando a circulação sanguínea e esquentando a área: literalmente uma masturbação quente!

Além dos modelos, há também uma grande variedade de materiais, que vai dos mais maleáveis aos mais resistentes:

  • Cyberskin: imitando o toque da pele humana, tem higienização mais delicada e difícil;
  • Borracha plástica térmica: durável, lavável, pode ser usado com géis (que esfria ou que esquenta) ou, em alguns casos, colocado na água quente ou fria, daí a importância de o material ser térmico;
  • Silicone: material de toque delicado e confortável, lavável e durável;
  • Plástico rígido: material duro, lavável, toque liso.

Algumas observações são importantes para você garantir a diversão com segurança e máximo aproveitamento dos brinquedinhos eróticos clitorianos:

  • Sempre use um lubrificante à base de água, pois garante que não haverá irritação por atrito na pele;
  • Use também preservativo, para garantir a higiene e evitar o contato direto do aparelho com os órgãos genitais;
  • Escolha produtos que sejam à prova d?água, especialmente se for usar no banho ou no banheiro;
  • Verifique o modo de funcionamento do vibrador (velocidades, intensidades e funções);
  • Verifique como o aparelho é recarregado (tomada, cabo USB, pilhas);
  • Verifique se há programações automáticas, se tem controle ? pois em alguns casos o vibrador pode ser controlado por outra pessoa ? e o que mais há de funções no modelo escolhido.

Como escolher o seu vibrador ideal

Quando decidir que é hora de comprar, procure um sex shop com grande variedade de produtos e peça a opinião de uma vendedora.

Não tenha vergonha, pois é uma mulher como todas as outras: tem desejos, fantasias e conhece os melhores produtos para que você viva momentos intensos de prazer.

Ela certamente indicará o melhor aparelho para que você viva momentos de muita satisfação e êxtase, sozinha ou acompanhada.

Mas se não quiser ir pessoalmente, opte pela compra on-line: muitas lojas já trabalham assim, com pagamento facilitado, qualidade garantida, discrição e entrega rápida.

Compre seu vibrador clitoriano, qualquer que seja ele, desfrute a qualquer momento de massagens relaxantes e estímulos que deixarão seu sexo muito mais quente e gostoso.

Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual